terça-feira, 9 de abril de 2013

"Um policial disse que sapatão não tinha útero": Ângela Ro Ro relembra homofobia sofrida

Ângela Ro Ro, de 63 anos, se tornou a primeira cantora brasileira a se assumir publicamente lésbica. Com a recente "exposição" de Daniela Mercury, Ângela comentou sobre o assunto e revelou que sofreu violência física quando se assumiu.

“[Daniela Mercury] É uma pessoa maravilhosa, que só nos dá orgulho por conta do seu talento e que se despojou de sua vaidade. Não em prol de fazer fofoca ou buxixo, mas porque é mãe de família, responsável, madura, lúcida e consciente para ir em prol da liberdade dos direitos humanos”, declarou a cantora em entrevista ao jornal Extra.

Sobre ter sido vítima de homofobia, Ângela contou que a violência sofrida gerou sequelas em seu corpo.

“Sofri espancamento por homofobia. Fui vítima da nossa própria segurança, essa que hoje ilustra as manchetes dos jornais. Eu, infelizmente, tenho sequelas físicas. Me deslocaram a retina do olho direito e me ensurdeceram um ouvido. Quando gritei: "Ai, meu útero", que me gerou um corte de 13 cm no baixo ventre, ouvi de um policial: ‘sapatão não tem útero’”, revelou.

A cantora falou também sobre as declarações polêmicas da cantora Joelma, do Calypso. “Não sei quem é. Uma pena, sujou o nome da banda”. A presidência do pastor e deputado Marco Feliciano, acusado de ser homofóbico e racista, na Comissão dos Direitos Humanos, é vista pela artista como um passo "à tortura, à ditadura e à violência".

"Diariamente morrem muitas pessoas por homofobia. A lésbica é quase sempre currada, estuprada. E numa hora dessa a Comissão de Direitos Humanos não pode se dar o direito de ficar brincando. Atinge vidas. Esta Comissão está caminhando em direção à tortura, à ditadura, à violência. É de uma leviandade tamanha que corre o risco de ser ativista em prol de um fascismo assassino.

Quanto a vida amorosa, Ângela Ro Ro declarou que está sozinha “casada com a vida e solteira da liberdade”.

O próximo show da cantora será na próxima quinta-feira (11), no Teatro Rival, no Rio de Janeiro.


Fonte ACapa

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CINEMATECA GLS

Arquivo de Homens

De Homem para Homem

ASSIM EU ME APAIXONO

ENTRE IGUAIS