segunda-feira, 30 de junho de 2014

Mais de um milhão de pessoas participam em Toronto da parada do Orgulho Gay

Mais de um milhão de pessoas participaram neste domingo da Parada do Orgulho Gay realizada em Toronto, no Canadá, cidade que neste ano recebeu o festival mundial WorldPride. A grande passeata encerrou 10 dias de eventos na cidade canadense, que desde o início do século 21 se tornou um dos principais refúgios na América do Norte para a comunidade homossexual no continente.
A parada do Dia do Orgulho Gay, que neste ano celebrou seu 34º aniversário na cidade, foi aberta pelo reverendo Brent Hawker, o pároco da Igreja Comunitária de Toronto que em janeiro de 2001 realizou o primeiro casamento legal no Canadá entre um casal homossexual. Na ocasião, Hawker celebrou a cerimônia com um colete a prova de balas sob a batina por ordem da polícia, que temia um atentado contra o reverendo após o religioso ter recebido ameaças. Dois anos depois, o governo canadense se viu obrigado a aceitar os casamentos entre pessoas do mesmo sexo em todo o país, após tribunais da província de Ontário decidirem que a definição do casamento como a união entre um homem e uma mulher era inconstitucional.
Esta é a primeira vez que uma cidade do continente americano celebra a WorldPride, um evento que foi realizado anteriormente em Roma (2000), Jerusalém (2006) e Londres (2012). Como parte das comemorações, na quinta-feira, 115 casais gays se casaram em uma cerimônia coletiva em Toronto realizada para comemorar o fato da cidade ser a primeira no continente onde a união entre pessoas do mesmo sexo foi legalizada. Neste domingo, Hawker abriu, em um veículo conversível e sem colete, a marcha formada por dezenas de carros alegóricos e mais de 12 mil pessoas, entre os aplausos e os gritos de mais de milhão de pessoas que presenciaram o desfile. Atrás de Hawker, vieram representantes de dezenas de coletivos, desde policiais até de pessoas que se definem como assexuais.
Entre eles, também desfilaram grupos de grandes corporações, como a Air Canadá, a maior linha aérea do país, e o grupo hoteleiro Hilton. A verdade é que o turismo gay se transformou em um grande negócio. As autoridades de Toronto estimam que a realização neste ano do WorldPride significou a criação de três mil empregos e uma receita de US$ 286 milhões para a cidade. Em 2017, o evento será realizado em Madri, na Espanha.

Fonte EFE

Copyright Efe - Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CINEMATECA GLS

Arquivo de Homens

De Homem para Homem

ASSIM EU ME APAIXONO

ENTRE IGUAIS