sábado, 2 de agosto de 2014

Trans reconhecida pela FIFA joga em time masculino e detona tratamento

Jaiyah Saelua, de 26 anos, é conhecida como a primeira mulher trans a ser reconhecida como jogadora de futebol pela FIFA. Porém, ela acaba de reclamar ao HuffPost Live que falta orientações e compreensão sobre as pessoas trans na direção da federação.

A zagueira, que joga no time masculino na seleção de Samoa Americana, disse que não há "padrão Fifa" no tratamento ou preparo destinado aos esportistas trans. "Eu aprendi que a FIFA não tem qualquer padrão para as pessoas trans. Isso é injusto".

Jaiyah afirmou que se sente acuada em jogar em países que não aceitam a transexualidade, que lamenta a falta de ações para a aceitabilidade ou até mesmo a ausência de incentivo às pessoas trans no esporte. "O futebol é o esporte número um do mundo e eu acho que deveria estar disponível para todos, não importa raça, cor, gênero ou sexualidade".

Ela explica que, ao contrário de outros países, que não tem representantes trans no esporte, em sua ilha as pessoas são muito abertas às diferenças e que é considerada uma "fa'afanine", que significa "o caminho de uma mulher", um grupo celebrado pela cultura. A jogadora não vê problemas em estar no time masculino - também é uma questão cultural - e garante que é muito bem recebida pelos colegas.

"E não é só futebol, (a aceitação) é em qualquer esporte. Aqui as fa'afafines jogam no time nacional de vôlei masculino, há uma nova na equipe de vôlei, em todos os tipos de esporte".

Vale lembrar que a atleta fez a sua primeira aparição profissional nas eliminatórias da Copa do Mundo em 2011. Ela deu o passe para o gol que abriu o placar no primeiro tempo e deu vitória ao país por 2 a 1 contra a Tonga.

Fonte ACapa

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CINEMATECA GLS

Arquivo de Homens

De Homem para Homem

ASSIM EU ME APAIXONO

ENTRE IGUAIS