sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Pais argentinos dão apoio emocional e jurídico ao filho transexual de 10 anos

Os pais de um garotinho de 10 anos tornou-se um exemplo para a comunidade LGBT da Argentina. Tudo porque eles reconheceram que a então filha é na verdade um homem transexual, informou o jornal El Comercio.

A história da relação dos pais com o filho Facha mudou quando a criança, que foi registrada como menina, começou a dizer que é um menino. Um dia após voltar das férias, ele disse: "A cegonha se enganou. Sou um menino".

A mãe Barbara diz que acompanhou os passos seguintes do filho porque sabia o quanto ele sofria e o quano poderia sofrer. E, depois, contou com o acompanhamento de um advogado especializado para dar continuidade na luta pela identidade.

Aos 10 anos, Facha conseguiu nessa quarta-feira (29) o direito de mudar o registro civil, inclusive retificar o sexo.
O presidente da Federação Argentina de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais, Esteban Paulón afirmou que a decisão deve ser comemorada. Afinal, a maioria das vezes o processo de transição de gênero só acontece na adolescência, quando os hormônios começam a se manifestar, gerando grande sofrimento.

Ele afirma que a visibilidade do caso de Facha pode levar outras família a pensarem na possibilidade e optarem por acompanharem o filho no processo ao invés de terem um comportamento hostil com pessoas trans.

Vale lembrar que na Argentina existe uma lei chamada de Identidade de Gênero, que permite que qualquer pessoa — sem necessidade de tratamentos médicos, cirurgias ou perícias psiquiátricas — modifique gênero e nome nos documentos, por meio de um simples trâmite administrativo.
Fonte ACapa

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CINEMATECA GLS

Arquivo de Homens

De Homem para Homem

ASSIM EU ME APAIXONO

ENTRE IGUAIS