quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Robbie Rogers critica FIFA por escolher "homofóbicas" Rússia e Catar como sede da Copa

O jogador de futebol norte-americano Robbie Rogers - que é assumidamente gay - criticou a Fifa nesta quarta-feira (21) por escolher a Rússia e o Catar como as próximas sedes da Copa do Mundo, em 2018 e 2022, respectivamente.
Aos 27 anos, o jogador salientou que os países são homofóbicos, não aceitam atletas gays e que, ao apoiá-los, a Federação também passa a assumir a mesma postura de discriminação

"Essa escolha parece ser uma loucura para mim. Eles tentam criar um bom ambiente e acabar com algumas diferenças por meio do futebol, mas com essas escolhas acredito que não estão passando essa mensagem. Apoiando esses países, acredito que estão passando uma mensagem de discriminação. São países que não aceitam atletas gays. Para mim é um chute nos testículos", declarou ele em um vídeo da liga americana.
Vale lembrar que Roger revelou a homossexualidade em fevereiro de 2013, quando deixou o Leeds United, da Inglaterra. Em maio, ele assinou com o Los Angeles Galaxy e se tornou o primeiro atleta declaradamente homossexual da Major League Soccer, a liga americana de futebol.

Fonte ACapa

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

CINEMATECA GLS

Arquivo de Homens

De Homem para Homem

ASSIM EU ME APAIXONO

ENTRE IGUAIS